A crescente importância do Webcast no universo corporativo

mottafxStandard

A educação é um organismo que vive de metamorfoses e transformações. O modo como fomos ensinados na infância certamente não foi igual ao dos nossos pais, assim como também notaremos diferenças entre o ensino que recebemos e o que os netos que teremos virão a receber. Essa natureza mutante instiga e cativa, ao mesmo tempo que assusta e afasta.

Temer mudanças é absolutamente natural, ainda mais as que aparecem sem que percebamos e que mexem com as estruturas de tudo aquilo que conhecemos. A proposta de educação a distância, por exemplo. Até pouquíssimo tempo atrás para a esmagadora maioria era uma utopia, uma ilusão. Hoje sabe-se que existe e cresce, mas é alvo de preconceito.

Para muitos estudantes, entretanto, essa é a única forma de aprender, assim como é o único meio de trabalho para uma gama considerável de profissionais do ensino. A partir dessa demanda criou-se uma oferta considerável, que foi enriquecendo à medida que a tecnologia avançava e nos oferecia de bom grado seus préstimos.

 

O exemplo do Webcast na educação

A grande problemática para a efetivação e expansão da educação a distância sempre esteve no modo de fazer, de tornar o sonho possível. Como fazer professores alcançarem e tocarem estudantes locados a centenas, algumas vezes milhares de quilômetros de distância? A resposta veio através da implementação de mecanismos multimídia, como o Webcast.

Através dele conteúdo variado é distribuído em tempo real ou a partir de arquivos, seja ele áudio ou vídeo. A ferramenta permite que qualquer estudante receba o material solicitado independentemente da largura de sua banda (ou até mesmo para aqueles que dependem da internet discada). Além disso, é possível acessar o que for fornecido a qualquer hora, sem necessidade de download.

Benefícios como a possibilidade de acessar o material assim que ele chega até você e o barateamento massivo dessa tecnologia vem aproximando alunos e mestres consideravelmente, não importando as suas origens ou localidades. Nesse ambiente frutífero eles participam de aulas, de fóruns e cerimônias, experimentando virtualmente aquilo que presencialmente não é viável.

A necessidade de conectar seres humanos distintos, mas que possuem objetivos complementares foi o que motivou a instauração do Webcast em ambientes voltados para a educação a distância. A mesma lógica vem se tornando cada vez mais popular para as grandes empresas, que encontram nessa ferramenta uma resposta para aquilo que realmente precisam.

 

O Webcast servindo aos negócios

Educação a distância não deixa de ser um empreendimento que visa resultados, ainda que em determinadas instâncias eles sejam de cunho filantrópico. Muitas esferas governamentais se utilizam da ferramenta para alcançar um público crescente de estudantes, que não tem condições de chegar às salas de aula.

Existem também corporações que lucram com esse sistema, pois não são poucos àqueles que desejam evoluir acadêmica e tecnicamente, mas não teriam a oportunidade se só existisse a opção presencial. Nessa linha aumenta constantemente o número de empresas que contam com esse tipo de serviço para o próprio aprimoramento, ou até mesmo para executar atividades comuns, mas em uma nova mídia.

O interesse se justifica com algumas estatísticas. Desde 2012 os vídeos online são responsáveis por 50% do tráfego na web mundial e isso obviamente não diminuiu, muito pelo contrário. A tendência que ficava mais restrita às pessoas físicas acabou sendo abraçada de vez por empresas de diferentes segmentos e com distintos graus de influência, que enxergam nesse fenômeno um caminho para se comunicarem melhor, tanto com o público quanto internamente.

Com o aprimoramento dos sistemas de gerenciamento de conteúdo, das soluções para armazenamento de material e da tecnologia para vídeos de modo geral a tendência é que só cresça o tamanho das bibliotecas das grandes corporações, assim como também é provável que elas fomentem o surgimento de novas formas de aplicar e inovar com o Webcast!